domingo, 26 de outubro de 2014

E foi-se um artista da moda...



    Olá, meninas! Amanhã fará uma semana que o mundo da moda perdeu o maravilhoso e sempre surpreendente estilista Oscar de la Renta. Ele, que vestiu grandes estrelas de Hollywood, primeiras-damas e socialites, faleceu em sua casa aos 82 anos. De La Renta ficou conhecido por seus vestidos sofisticados, femininos e bem estruturados.


Acho que a melhor forma de homenageá-lo hoje é mostrando para vocês peças incríveis dele, usadas por artistas em grandes eventos. A mulher que veste Oscar de la Renta é ousada, elegante e gosta de looks delicados e românticos. Separei alguns dos meus preferidos.



























Lindas, não é?! Perdemos um homem de grande talento, mas que deixou inúmeros exemplos e inspirações... Espero que tenham gostado do post

(imagens coligidas da internet - autoria desconhecida)

sexta-feira, 3 de outubro de 2014

Chanel Verão 2015

Sou uma eterna admiradora da marca Chanel. Gosto do estilo que Gabrielle Chanel idealizou quando ainda era viva. O estilo de rua da marca é extremamente chique e pé no chão, isso porque vejo por ai desfiles com roupas exageradas que nunca usaria. Mas as peças que vejo nos desfiles da Chanel são diferentes. Têm o suficiente para representar a criatividade que a maioria das pessoas gosta de ter em seus looks - mas sem exageros. E mais uma vez isso foi mostrado na coleção ready-to-wear Verão 2015.



Todos sabemos que Chanel de alguma forma sempre surpreende, mas dessa vez a marca decidiu chamar mais atenção do que o normal. Sua coleção foi apresentada em um cenário que reconstruiu com perfeição um boulevard parisiense. A coleção, que foi muito bem recebida, apresentou além de peças com o clássico tweed, muitas listras, brilhos e peças divertidas. A base da coleção permaneceu bem feminina mas com uma paleta de cores mais vibrantes (com laranja, rosa, roxo, azul, verde...) e estampas extravagantes, presentes nas roupas, nos detalhes e acessórios.







Acho que o que mais surpreendeu foi o fantástico final da apresentação, quando as modelos voltaram para a “Chanel boulevard” formando uma passeata, com direito a megafone, placas e cartazes pedindo direitos iguais para mulheres, proteção ao meio ambiente e o fim das guerras, entre outros temas. 




Esse final foi bem polêmico. Interpretei esse protesto como um perfeito momento para falar que looks muito elaborados não precisam ser usados quando se tem estilo e personalidade.   Parece que Karl, agora, provoca a mulher de Chanel a ganhar as ruas e a manifestar os seus desejos. Mostra, também, a liberdade que cada uma de nós deve ter.
Gisele Bündchen, que desfilou para a marca, é defensora do meio-ambiente e embaixadora do Programa das Nações Unidas para o Meio-Ambiente e, ao lado de Karl Lagerfeld e Cara Delevingne, mostrou a força das mulheres de hoje em dia.
A moda é feita de fatos da realidade (por mais que muitas vezes represente a nossa imaginação e criatividade) e a nossa própria vida, assim como a moda tem voz e sim: há de ter seu momento-protesto.



E ai, meninas, o que acharam?